Prazo venceu e ninguém foi contratado no Concurso de 5.000 Vagas PM/SP

O Governo do Estado de São Paulo abriu edital, efetuou o concurso e não convocou nenhum dos candidatos aprovados para oficial administrativo da Polícia Militar (PM). O prazo de validade do concurso venceu e os aprovados para as cinco mil vagas ofertadas não foram convocados. A PM/SP culpou a crise econômica para não contratar os classificados.

Mais de 40 mil pessoas participaram do certame. O cargo de oficial administrativo da PM foi criado por uma lei, sancionada pelo próprio governador Geraldo Alckmin (PSDB), no ano de 2013. Os profissionais ocupariam as vagas dos antigos soldados temporários, que até pouco tempo trabalhavam em setores internos da instituição, mas por tempo de contrato e sem vínculo empregatício.

O resultado com a classificação final saiu 10 meses após a realização da prova. A homologação do concurso ocorreu pouco depois, em julho de 2015, e foi a partir daí que passou a valer o prazo de dois anos que o Governo de São Paulo tinha para convocar os aprovados. Esse prazo, porém, expirou e ninguém foi contratado.

Concurso Universidade Federal do Maranhão - UFMA para técnico-administrativos em educação

40 Vagas para profissionais de todos os níveis de ensino, em cargos/áreas de Assistente de Laboratório, Auxiliar em Administração, Assist...

Mais visitados